Sustentabilidade

Sustentabilidade é parte do nosso negócio. Consideramos toda a abrangência desse conceito, integrando os pilares social, ambiental e econômico em suas relações e procuramos levá-lo para todos os elos de nossa cadeia produtiva: desde o fornecedor até o cliente, o colaborador, o acionista e a comunidade.

A visão de sustentabilidade da empresa envolve a produção de matérias-primas, o gerenciamento dos processos industriais, administrativos e comerciais, a qualidade de seus produtos, o relacionamento com a comunidade, a preservação ambiental e a satisfação dos clientes e acionistas. A palavra-chave para que essa política seja colocada em prática de maneira eficaz é integração.

Integração entre áreas, normas, regras, processos e pessoas. Tudo regido pelos mesmos princípios. A proposta da Guarani é se tornar referência em disseminação do processo de sustentabilidade dentro de sua cadeia produtiva.






Ser sustentável é pensar no futuro. É gerar valor para seus acionistas, ser lucrativa e ter capacidade de investimentos, para garantir sua competitividade e perpetuidade. Além disso, é deixar um legado de tecnologia, boas práticas e produtos de qualidade que possam agregar valor nas cadeias de suprimento.

Preocupada com a transmissão e o registro do conhecimento, a empresa está investindo fortemente em padronização, treinamento, preservação e desenvolvimento do conhecimento. Até 2016 serão mapeados todos os processos e riscos, além do desenvolvimento de controles e procedimentos. Tudo isso é regido por uma Política de Sustentabilidade.

Como ferramenta para garantir maior segurança no nosso trabalho e melhoria contínua na qualidade de nossos produtos e na defesa do meio ambiente, a Guarani desenvolveu o Manual Risco Zero. A utilização deste Manual ajuda a evitar acidentes e doenças relacionadas ao trabalho, bem com a melhorar a gestão da qualidade de nossos produtos e do meio ambiente. Ao criarmos e mantermos locais de trabalho e produtos cada vez mais seguros, contribuiremos para o que a Guarani seja uma empresa cada vez melhor e mais sustentável.

Matéria-Prima e Processo Industrial

A sustentabilidade começa com a matéria-prima, cuidado com o meio ambiente e a preocupação com a preservação da natureza. A empresa tem uma política de proximidade com os produtores de cana, por meio da qual os auxilia nos processos de eficiência agrícola que vão desde as mais modernas tecnologias de plantio, práticas de segurança, gestão administrativa da plantação e orientação para conservação do potencial produtivo de suas propriedades.

No processo industrial, o foco está no gerenciamento dos processos para que se tenha um bom controle de perdas e desperdícios, com o maior aproveitamento da cana, gerando a menor quantidade de emissões possível e com reciclagem máxima dos resíduos – quase 100%. O acompanhamento do consumo de energia e água é constante e visa a redução contínua. A preocupação com aumento da produtividade e eficiência é constante.

A qualidade dos produtos e a satisfação dos clientes estão no foco das iniciativas, por isso a empresa investe em tecnologia de ponta e está sempre preocupada em melhorar o seu sistema de distribuição. A empresa também se preocupa com as pessoas. No ambiente interno a gestão é comandada por princípios de saúde e segurança do trabalho e promoção do conhecimento.

Responsabilidade Social

Fazemos parte da vida da comunidade com projetos nas áreas de educação, cultura, esporte e meio ambiente.

Educação

Promover a Educação é promover o desenvolvimento. Por isso, a empresa apoia e desenvolve projetos para crianças, jovens e adultos. São eles:
Brinquedoteca: instaladas em escolas de Ensino Infantil, creches, hospitais e sedes da Apae criam ambientes de aprendizagem tendo o brinquedo como elemento principal, proporcionando o desenvolvimento físico, social, cognitivo, afetivo e psicomotor de crianças entre 7 meses e 14 anos. As 12 binquedotecas existentes atendem as comunidades de Tanabi, Parisi, Pedranópolis, Santa Isabel do Marinheiros, Vila Alves, Jaborandi, Barretos, Pitangueiras, Ibitiuva, São José do Rio Preto e Guaraci.

Coral: arte musical para crianças e adolescentes entre 8 e 16 anos. Por meio do canto, o projeto oferece mais integração social, melhoria nas condições intelectual, comportamental e educacional. Há grupos em Guapiaçu e Barretos.

Educação para o Trabalho: qualificar jovens que moram em comunidades de baixa renda desenvolvendo competências e agregando valores sociais e comunitários. Dessa forma, esses jovens são encaminhados para o primeiro emprego e continuam seu aprendizado profissional, de desenvolvimento pessoal e cidadão.

Conhecendo a empresa: abrir as portas de nossa empresa para a comunidade e fortalecer os princípios de transparência na condução dos negócios é um compromisso que temos. Dessa forma esse programa traz para visitas dirigidas dentro de nossas unidades industriais estudantes da rede pública – entre 12 e 18 anos – que aprendem os conceitos básicos da cadeia produtiva da cana-de-açúcar e os conceitos de sustentabilidade que permeiam o negócio.

Brinquedoteca: instaladas em escolas de Ensino Infantil, creches, hospitais e sedes da Apae criam ambientes de aprendizagem tendo o brinquedo como elemento principal, proporcionando o desenvolvimento físico, social, cognitivo, afetivo e psicomotor de crianças entre 7 meses e 14 anos.
As 12 binquedotecas existentes atendem as comunidades de Tanabi, Parisi, Pedranópolis, Santa Isabel do Marinheiros, Vila Alves, Jaborandi, Barretos, Pitangueiras, Ibitiuva, São José do Rio Preto e Guaraci.

Coral Guarani: arte musical para crianças e adolescentes entre 8 e 16 anos. Por meio do canto, o projeto oferece mais integração social, melhoria nas condições intelectual, comportamental e educacional. Há grupos em Guapiaçu e Barretos.

Educação para o Trabalho: qualificar jovens que moram em comunidades de baixa renda desenvolvendo competências e agregando valores sociais e comunitários. Dessa forma, esses jovens são encaminhados para o primeiro emprego e continuam seu aprendizado profissional, de desenvolvimento pessoal e cidadão.

Conhecendo a empresa: abrir as portas de nossa empresa para a comunidade e fortalecer os princípios de transparência na condução dos negócios é um compromisso que temos. Dessa forma esse programa traz para visitas dirigidas dentro de nossas unidades industriais estudantes da rede pública – entre 12 e 18 anos – que aprendem os conceitos básicos da cadeia produtiva da cana-de-açúcar e os conceitos de sustentabilidade que permeiam o negócio. Cultura

A empresa está presente nos grandes eventos culturais realizados na região, como o Festival do Folclore (Olímpia) – encontro de cultura brasileira realizado anualmente e que traz turistas e recursos para a região – e o Festival Internacional de Teatro (São José do Rio Preto) – evento que começou há mais de 40 anos como um festival amador e hoje reúne grupos de todo o Brasil e do exterior para evento anual, dentre outros.

Esporte

Promover a inclusão social e o desenvolvimento por meio da prática esportiva. Com esta visão a empresa apoia projetos como o Basquete Assistência para a Vida que promove a formação de atletas na cidade de Olímpia (SP) e o Ser Leão em Mirassol (SP), dentre outros.

Meio Ambiente

Unir o benefício ambiental e o social. Este é o objetivo da empresa quando realiza seus projetos na área de Meio Ambiente. Um exemplo disso é o projeto Reflorestar que estimula a formação de viveiros de mudas para apoiar o reflorestamento e a preservação da biodiversidade. Com o Projeto Reflorestar, a Guarani distribui um “kit viveiro” que contém 10.000 saquinhos de mudas, 12.000 sementes, esterco, composto orgânico e os materiais necessários para montar e manter o viveiro. O projeto Fomento também incentiva o aumento da cobertura vegetal nas propriedades dos nossos fornecedores (produtores de cana).

Responsabilidade Ambiental

A Responsabilidade Ambiental está dividida em três grandes grupos de ação: Sistema de Gestão Ambiental, Investimentos Ambientais e Papel Socioambiental. Cada um deles foca em um conjunto de atividades que, interligadas, favorece a constante evolução da empresa e seu aprimoramento na preservação ambiental.

1) Sistema de Gestão Ambiental:

O Sistema de Gestão Ambiental pode ser descrito como um conjunto integrado de ações e processos que visam preservar ao máximo os recursos naturais e, ao mesmo tempo, eliminar, ou ao menos minimizar, tudo o que for possível em relação à geração de resíduos. Dessa maneira, a empresa garante o pilar ambiental da sustentabilidade.

O sistema prevê o diagnóstico dos aspectos ambientais envolvidos no processo e os impactos gerados pela produção; melhorias e adequação das instalações para otimizar a produção e reduzir impactos, resíduos e uso de matéria-prima; é responsável por todo o processo de obtenção e renovação de licenças ambientais, inventário, balanço e gestão de CO2.

A gestão ambiental cuida também do monitoramento e do consumo de recursos hídricos e energéticos, da redução de efluentes líquidos, emissões, destinação de resíduos e reciclagem de tudo que possa ser aproveitado. Compreende ainda um programa de monitoramento e conscientização relacionado ao aumento da biodiversidade.

2) Investimentos ambientais na área agroindustrial:

Aprimorar o processo produtivo de forma a reduzir insumos e reaproveitar rejeitos é outra maneira da empresa investir no meio ambiente. Trabalhamos com a chamada “agricultura de precisão” que implica em rígido controle de dosagem de fertilizantes, corretivos, inseticidas, enfim, todos os itens utilizados durante o cultivo. Ainda em relação à cana, fazemos o controle biológico de pragas.

Já nas unidades industriais, parte da água utilizada no processo produtivo é reaproveitada, com processos modernos, inclusive resfriamento dos equipamentos feito em circuito fechado. Turbinas de geração de energia de alta eficiência são utilizadas e uma grande parte dos rejeitos é aproveitada.

O bagaço da cana se transforma em energia que alimenta a própria usina e as cidades da região em que a empresa está localizada; e a vinhaça e a torta de filtro, bem como cinzas e fuligem, são usadas como adubo ou corretivos do solo, entre outros processos.

3) O papel socioambiental:

A empresa acredita que práticas de responsabilidade socioambiental contribuem tanto para ela e a sua cadeia de relacionamento e a comunidade. São diversas ações com destaque para:

Reflorestamento e Preservação de Matas Ciliares: a empresa faz seu próprio trabalho de reflorestamento em seis viveiros que mantém. São cerca de 480 mil mudas de árvores nativas por ano utilizadas nas áreas agrícolas da própria empresa e também na dos produtores agrícolas parceiros e na comunidade do entorno. São 743 hectares de áreas preservadas mantidas pela empresa ao longo do Rio Turvo um dos principais do Noroeste paulista.

Projeto Fomento Florestal: incentivo para o aumento da cobertura vegetal nas áreas de produtores de cana (fornecedores e parceiros).

Projeto Reflorestar: estimula a construção de viveiros de mudas para apoiar o reflorestamento e a preservação da biodiversidade na região em que está inserida.

Compromissos

Desde 2007, a empresa é signatária do Protocolo Agro Ambiental do Setor Sucroalcooleiro do Estado de São Paulo comprometendo-se, dentre outras coisas, a eliminar até o ano de 2014 a queima em áreas mecanizáveis, sendo o prazo legal exigido para 2017.

Além das questões ambientais, a empresa também tem foco em sua responsabilidade social. Foi uma das primeiras a aderir ao “Compromisso Nacional para Aperfeiçoar as Condições de Trabalho na Cana-de-Açúcar”, uma iniciativa voltada para as boas condições de trabalho e desenvolvimento profissional que oferece 30 práticas e benefícios que vão além do que a lei exige. Todas as suas unidades agrícolas já foram auditadas e receberam o selo do programa.

Sistema de Gestão

Para que todos os seus processos sejam executados em conformidade com seus princípios e valores, a Guarani conta com uma abrangente Política de Sustentabilidade, que orienta seu Sistema de Gestão. Dessa maneira, a empresa consegue ver sua operação de forma sistêmica, integrando todas as áreas da empresa.

A Política de Sustentabilidade contribui para promover uma relação sistematizada e mais produtiva com seus parceiros, assegurando que todos trabalhem com as mesmas bases.

Para desenvolver e direcionar os negócios da empresa para a produção de Açúcar, Etanol e Energia, na busca da excelência e do desenvolvimento sustentável, a política estabelece os seguintes compromissos:

• a satisfação de clientes, acionistas e colaboradores;
• a satisfação de clientes, acionistas e colaboradores;
• a segurança e saúde de nossos colaboradores e a preservação ambiental;
• a garantia da qualidade e a segurança dos nossos produtos;
• o atendimento dos requisitos legais e regulamentares aplicáveis às nossas atividades;
• a promoção da melhoria contínua, com tecnologias e o desenvolvimento de pessoas;
• as relações sustentáveis com os nossos colaboradores, clientes, fornecedores e a sociedade;
• a gestão dos riscos dos nossos processos;
• a comunicação aberta e transparente com nossos colaboradores e partes interessadas.

Ética

Como o objetivo consolidar os valores que guiam a conduta de todos os colaboradores do Grupo, a Tereos, em conjunto com a Guarani, desenvolveu um Código de Ética aplicável a todas as empresas e colaboradores do Grupo. O Código busca consolidar nosso perfil de empresa responsável, sustentável e ética e orientar nossos colaboradores a seguirem nessa direção.

Dentre os princípios éticos relacionados, destacam-se o respeito pelos colaboradores, a honestidade, a integridade, a justiça, a equidade, a verdade e a coerência entre o discurso e a prática. Esses princípios e as regras dispostas no Código de Ética devem guiar o comportamento dos colaboradores de todos os níveis da Guarani.

Caso necessário, existe um canal para receber os relatos: a Ouvidoria. A Guarani se compromete a manter a confidencialidade dos relatos que forem recebidos. Além disso, não será permitida nenhuma retaliação contra quem enviar relatos de boa-fé. Você pode fazer relatos por telefone ou por email: 0800 424 1000 / .